Família Nômade

Passeando de trem por São Paulo

Leave a comment

Nosso passeio do último fim de semana foi desbravar parte da Mooca, em São Paulo. Eu, sinceramente, achei o bairro meio abandonado, precisando de uma revitalização, mas nosso passeio foi ‘demais de legal’!! Primeiro fomos conhecer o Museu da Imigração (eu e a Clara porque o Sid teve que ficar com o Dog do lado de fora).

IMG_4156

O prédio é patrimônio histórico estadual e municipal. Nele, foi inaugurada, em 1887, a Hospedaria de Imigrantes. Por aqui passaram estrangeiros de mais de 70 nacionalidades que vieram para o Brasil em busca de uma vida melhor.

IMG_4148

Os imigrantes vinham, principalmente, trabalhar nas lavouras de café. Na Hospedaria, os recém-chegados ficavam alojados até serem encaminhados aos novos empregos. O espaço tinha também uma central médica, lavanderia, cozinha, refeitório, assistência odontológica, correio e posto policial.

IMG_4097

A partir dos anos 30, a Hospedaria de Imigrantes tornou-se também um lugar para receber pessoas de outros estados brasileiros que vinham trabalhar, principalmente, na indústria paulista.

IMG_4118

O Museu resgata esta História através de fotos, depoimentos e algumas instalações bem interessantes. O refeitório e o alojamento da época foram recriados. Os objetos antigos, usados na Hospedaria, ficam expostos em nichos nas paredes.

IMG_4113

Anote o horário de funcionamento: de terça a sábado, das 9h às 17h, aos domingos, das 10h às 17h. O ingresso custa R$6,00. Aos sábados é de graça. O endereço do Museu da Imigração é Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca.

Depois, atravesse a rua e vá até a pequena estação, andar de trem! A Maria Fumaça, locomotiva a vapor, puxa apenas dois vagões: um da década de 50 e outro da década de 20. Fomos no mais antigo, ainda de madeira, com poltronas no lugar dos bancos. Dá até para imaginar as senhoras de vestidos longos sentadas confortavelmente vendo a cidade passar pela janela.

trem

O Trem Cultural dos Imigrantes percorre um trecho curtindo do antigo Ramal Ferroviário dos Imigrantes. Vai até a rua da Mooca e volta até a entrada da Estação do Brás. O passeio dura 25 minutos. Voluntários da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária servem de guias e contam algumas histórias da época em que o trem funcionava normalmente.

IMG_4206

Pra quem gosta de História ou tem crianças, o passeio vale muito a pena. Até o Dog foi!! A Maria Fumaça funciona aos sábados, domingos e feriados, das 10h00 às 16h00, com saídas a cada uma hora da Parada da Rua Visconde de Parnaíba, 1253. Para viajar no vagão de aço, da década de 50, custa R$15,00 por pessoa. Para viajar no de madeira, da década de 20, o valor é R$ 20,00 por pessoa. A Clara e o Dog viajaram de graça 🙂

Gostou deste post?

Veja também:

Um museu diferente de todos que você já conheceu!

5 lugares que você nem imaginava que existiam em Curitiba

Madri com crianças

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s